Ação debate prevenção do suicídio em prol do "Setembro Amarelo" na Câmara Municipal

A palestra foi voltada a conscientização dos alunos do curso normal para alertar sobre os perigos e a importância do diagnóstico da depressão em ambiente escolar. Foto: Divulgação


Alunos do Colégio Estadual Dr. Feliciano Sodré, localizado no Centro de São Pedro da Aldeia, juntamente com a diretora do Programa de Saúde Mental de São Pedro da Aldeia, Rosemary Calazans Cypriano, e a coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil, Renata Alves, realizaram nesta quarta-feira (26/09) uma palestra em prol do “Setembro Amarelo”, voltada à prevenção do suicídio na Câmara Municipal do município. O evento reuniu cerca de 70 estudantes do 1º, 2º e 3º ano do curso normal.

O encontro buscou definir os conceitos de suicídio, comportamento suicida e tentativa de suicídio. A palestra esclareceu questões como público vulnerável, fatores de risco, os sinais, sintomas e alertas verbais, a importância da empatia e de não minimizar o sentimento do outro, da fala e da escuta, os tratamentos, intenção e internação, casos vulneráveis, momentos de crise e pedidos de ajuda, além de relatos comuns de usuários com pensamentos suicidas. Com metodologia participativa, o evento criou um ambiente confortável para que os alunos pudessem compartilhar suas experiências pessoais.

“Se o educador puder perceber algum sinal ou sintoma de que a pessoa talvez não esteja bem e, a partir da escuta, fazer um acolhimento e um encaminhamento para a rede de saúde, nós poderemos promover uma ação mais integralizada e atuar junto a pessoas que têm esse sofrimento, que pode ser repetido e levar, muitas vezes, a óbito. É importante falar com esse público de adolescentes e jovens adultos, que estão na formação para serem professores e estarão atuando em sala de aula em breve, para que eles conheçam um pouco mais sobre o assunto e saibam da importância que é observar, dar atenção e permitir que essas pessoas falem um pouco mais sobre o seu sofrimento”, disse Rosemary.

Profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de São Pedro da Aldeia participaram e destacaram a  a existência de uma rede de Saúde Mental no município, com ênfase no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), que atende adultos, e do CAPSi, voltado ao atendimento de crianças e adolescentes, pontuando a importância da ajuda especializada e o papel dos equipamentos na prevenção do suicídio.

Créditos ao Diário Aldeense

Postar um comentário

0 Comentários