Depósito da Guarda Municipal de São Pedro da Aldeia está abandonado

O depósito da Guarda Municipal de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, passa por um verdadeiro estado de abandono. Localizado no bairro Boa Vista e às margens da RJ 140, o local está tomado pelo matagal.
Entrada do depósito da Guarda Municipal de São Pedro da Aldeia
Para chegar no pátio, vindo da rodovia, é preciso passar por ruas sem pavimentação, com lama. Na entrada, a tela do portão está danificada e com buracos em vários pontos. A pintura das paredes está em péssimas condições. Um funcionário, que não quis se identificar, disse que no local, há cerca de 60 carros e 100 motos. Todos estão praticamente abandonados e encobertos pelo matagal que se espalhou por todo o pátio da guarda.

“Eu estou aqui há pouco tempo, mas outros colegas que trabalham aqui há mais tempo, disseram que sempre foi assim. Tudo jogado, com mato. Quem vem aqui buscar moto ou carro, fica indignado com a situação do lugar onde os veículos ficam guardados”, disse o funcionário.


Matagal cresce junto a veículos armazenados no local.

Nem a cabine onde os guardas ficam alojados, fogem do descaso. A louça da privada e as paredes do banheiro apresentam sujeiras. O funcionário afirma que “até aqui dentro está tudo abandonado, em condições precárias. Até hoje, sempre foram essas as condições de trabalho. Nós ficamos aqui correndo risco de pegar doença porque tem muito mosquito”, avaliou.

Local deixa moradores apreensivos

Quem mora nas proximidades do pátio, convive com o risco de pegar alguma doença, como a dengue. Jocilene da Rosa Silva, de 35 anos, disse que a quantidade de mosquitos é assustadora.

“No fim da tarde, são muitos mosquitos por aqui. A gente fica com medo de pegar dengue. Esse terreno, onde os carros estão guardados, está cheio de mato e todo empoçado. Moro aqui há quase dois anos e nunca vi ninguém fazendo nenhum tipo de limpeza”, comentou, apreensiva, a moradora.

Há 12 anos, Carlos Alberto de Souza tem um comércio próximo ao pátio. O empresário afirma que há carcaças de carros no local desde o tempo em que abriu o próprio negócio “Tem carcaça de carro que está aqui desde quando cheguei no bairro. Esse lugar sempre foi abandonado; poucas vezes vi alguém fazendo capina por aqui. Isso é um risco para quem mora aqui, ou trabalha. Tenho clientes que já tiveram dengue. A quantidade de mosquito, rato e cobra aqui no bairro, é absurda”, disse Carlos Alberto, indignado.

Em nota, a prefeitura de São Pedro da Aldeia informou que os pedidos já foram enviados à secretaria municipal de Serviços Públicos. O secretário adjunto da pasta, Volmar Madruga Vaz, informou que as providências com relação à capina serão tomadas o mais breve possível.

Sobre a pavimentação das ruas próximas ao pátio da guarda, a assessoria da prefeitura disse que há um planejamento para a fazer o calçamento das ruas de maior necessidade do município e que as vias que passam ao lado do depósito estão incluídas no cronograma de serviço. Não foram informadas datas para o início dos trabalhos de melhorias do pátio e das ruas sem pavimentação.

Créditos ao G1. Fotos: João Phellipe Soares.

Postar um comentário

0 Comentários