Palestras e apresentações culturais marcam V Semana de Educação Inclusiva de São Pedro da Aldeia




A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Educação, realizou na última sexta-feira (26/10) o Simpósio da V Semana de Educação Inclusiva do município. Com o tema “Fortalecendo as práticas inclusivas no contexto escolar”, a programação contou com palestras e apresentações culturais, com tradução simultânea de libras. Estiveram presentes na solenidade o secretário de Educação, Alessandro Teixeira, a subsecretária de Finanças, Édna Lucena, as coordenadoras de Inclusão, Madelaine Corrêa; de Orientação, Mariana Carreira; e de Supervisão Pedagógica, Cristiane Vasconcellos. Cerca de 200 pessoas participaram das atividades.

De acordo com o secretário de Educação, Alessandro Teixeira, o momento do Simpósio foi de reflexão. “Precisamos colocar em evidência a pessoa que é semelhante e devemos ter o entendimento que estamos lidando com alguém igual, que por uma oportunidade da vida está em uma condição diferenciada. O aluno especial, aquele que é alvo da nossa pauta de inclusão, nos ensina bastante. Temos muito que aprender com aqueles que chamamos de especial”, destacou.

Após a execução do Hino Nacional e Municipal, a sequência de palestras teve início com o psicólogo Fábio Coelho, que abordou o tema “Os desafios do autismo no contexto escolar”. Na ocasião, o palestrante parabenizou toda a equipe pela iniciativa da realização do Simpósio. “É bom ver que a equipe vê a importância dessa troca, pois sabemos que muitas vezes é o primeiro passo para uma caminhada muito maior”, afirmou.

Logo em seguida, a psicóloga Adelaide Abadia explanou sobre “A relação com a família do aluno incluso no contexto escolar”. A programação seguiu com a palestra da psicóloga Karla Jéssyka Mello, que abordou o tema “A importância dos limites para crianças e adolescentes com deficiência e transtorno do espectro autista”. Finalizando o ciclo de explanações, a psicopedagoga Jaqueline Martins enfocou a temática “Adaptações curriculares”.

A coordenadora de Inclusão da SEMED, Madelaine Corrêa, falou sobre o evento. “O objetivo do Simpósio foi promover um momento de reflexão sobre o processo de inclusão e também um dia de capacitação e formação. Foi abordado sobre o aluno incluso, o que a escola pode fazer e o que as Políticas Públicas têm para contribuir no sentido de ajudar o professor nesse processo”, explicou.

Na oportunidade, foram realizados sorteio de brindes e apresentações culturais dos alunos da E. M. de Educação Especial Pedro Paulo Lobo de Andrade (EMESPP), do Colégio Estadual Dr. Feliciano Sodré e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Coordenadora de Orientação Educacional, Mariana Carreira comentou sobre o trabalho realizado. “Embora as coordenações tenham se separado, esse trabalho está sempre sendo articulado em conjunto. Agradeço, em especial, à equipe de Orientação Educacional que faz esse trabalho acontecer nas escolas, que é sensível à causa e, principalmente, que acredita que é possível fazer a inclusão, pois essa é a nossa luta”, disse.

Créditos à Ascom PMSPA

Postar um comentário

0 Comentários