Exposição em homenagem à Casa da Flor e ao seu construtor estará na Casa de Cultura a partir de 25/09

A Casa de Cultura Gabriel Joaquim dos Santos recebe a exposição "Tudo caquinho transformado em flor" que homenageia a Casa da Flor e o artista que dá nome à Casa de Cultura. A abertura, que será realizada no dia 25/09, às 15h, receberá uma palestra sobre o tombamento da Casa da Flor e educação patrimonial com Ivo Barreto, arquiteto e urbanista do IPHAN e mestre em Projetos e Patrimônio.

A convite da Secretaria Adjunta de Cultura, alunos de quatorze escolas participarão da exposição, com trabalhos focados em sustentabilidade e aproveitamento, visões abordadas pelo artista. A exposição ficará aberta ao público até o dia 05 de outubro, das 8h30 às 17h, de segunda a sexta-feira.

Casa da Flor
A Casa da Flor foi tombada pelo IPHAN em setembro de 2016 como Patrimônio Histórico Nacional, no Livro de Tombo de Belas Artes. A arquitetura espontânea da Casa da Flor é comparada à obras de grandes arquitetos, como Ferdinand Cheval, na França, e Antoni Gaudi, em Barcelona.

O local foi construído com objetos aparentemente sem função – cacos de cerâmica, louças, vidros de ladrilhos, lâmpadas queimadas, bibelôs e conchas. O material foi transformado pelas mãos do artista em esculturas, réplicas e mosaicos, e incorporados à casa, considerada uma espécie de “barroco intuitivo”.

Créditos ao Diário Aldeense

Postar um comentário

0 Comentários