Chefe do Detran em São Pedro da Aldeia é detido dirigindo embriagado

O chefe do Detran em São Pedro da Aldeia foi preso na noite do último sábado depois de ser encontrado por policiais fazendo manobras perigosas com carro e de quase ter provocado um acidente na rodovia Amaral Peixoto, a RJ-106, na altura do bairro Balneário. Segundo a Polícia Civil, Gilson Luiz dos Santos, de 63 anos, prestou depoimento e confessou que havia bebido momentos antes de dirigir. No exame do bafômetro o resultado foi de 0,68 miligramas por litro de ar. Por lei o limite não pode ser igual ou maior que 0,05. Segundo a policial militar Aline da Silva Gomes, a embriaguez de Gilson era notória.

''O etilômetro constatou a embriaguez. Tanto no teste quanto no reteste, que é feito após 15 minutos. Os dois deram indícios altos de alcoolismo no sangue. Foi notória a embriaguez. Ele tinha o hálito etílico'', declarou a policial.

A lei prevê que quem for preso em flagrante pode prestar serviços sociais para ter a pena revertida ou pagar fiança para ganhar liberdade. A última opção foi a punição para Gilson dos Santos. Ele passou a noite na delegacia, pagou R$ 5 mil e foi liberado na madrugada deste domingo (28).

Gilson é chefe do posto do Detran em São Pedro da Aldeia, órgão estadual que fiscaliza o trânsito e onde uma das atribuições é determinar normas para formar condutores. A ocorrência foi registrada na delegacia da cidade.

A assessoria do Detran disse ao G1 através de nota, que o orgão ainda não foi informado oficialmente sobre acontecimentos de natureza policial envolvendo funcionário ou prestador de serviços da Região dos Lagos. Porém reafirma que tomará providências severas contra qualquer funcionário ou prestador de serviços que descumpra a legislação do trânsito, como no caso apontado.

Créditos ao G1

Postar um comentário

0 Comentários