Depois do Senac, Senai pretende estar presente em São Pedro da Aldeia

Foto: Fernando Chaves
São Pedro da Aldeia caminha para uma liderança regional em cursos de capacitação para seus cidadãos. Ontem o Diário Aldeense noticiou a vinda de cursos de capacitação pelo Senac, e nesta quinta-feira (28/03) está confirmado mais cursos de capacitação, desta vez eles vêm pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-RJ).

Durante o período da tarde de ontem (27/03), após reunião no Clube Costa Azul com prefeitos da Baixada Litorânea em Cabo Frio pela manhã, a Secretaria Especial de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda de São Pedro da Aldeia firmou a parceria com o Senai para instalar uma unidade de capacitação profissional na cidade. O local de instalação ainda não foi definido.

Apesar da instalação de empresas como a Boibom que necessitam de mão de obra especializada e a previsão de um pólo industrial, a parceria prevê, inicialmente, a implantação de três modalidades de cursos semi-intensivos: construtor de edificações, armador e carpinteiro, cursos que não são muito aproveitáveis para os empreendimentos futuros da cidade. A previsão para o início das aulas é para o dia 02 de maio ainda neste ano.

A Prefeitura informa que os cursos profissionalizantes que serão oferecidos na sede, no primeiro momento, vão atender às demandas emergenciais de empresas locais e da região. Cada curso tem a duração de, aproximadamente, um ano.

Ao todo serão quatro turmas com jornadas de 4h diárias, que devem gerar um total de 80 vagas para cidadãos entre 18 a 22 anos e meio de idade. As inscrições serão abertas e anunciadas assim que os ajustes para a oferta dessas capacitações forem concluídos junto ao SENAI.

O Senai oferecerá professores que vão ministrar as aulas, pedagogos, instrutores, materiais didáticos e consumíveis, equipamentos, máquinas e todo o aparato técnico necessário e a Prefeitura dará o espaço físico e a infraestrutura para a realização das atividades. Os alunos sairão com a garantia de contratação pelas empresas e terão todos os direitos trabalhistas conforme determina a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Uma nova reunião para acertar os detalhes finais do projeto será agendada para a próxima semana. O secretário de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, informou que negociações com o Senac e o Senat estão avançadas.

Créditos ao Diário Aldeense

Postar um comentário

0 Comentários