Cursos para atender ao Jovem Aprendiz e Pronatec devem chegar a São Pedro da Aldeia

São Pedro da Aldeia deve receber em breve cursos de capacitação que atenderão, a princípio, aos programas Jovem Aprendiz e ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) sem nenhum custo ao município. Isso se tornará realidade em breve, assim esperamos, conforme a parceria entre a Prefeitura Municipal e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

O governo municipal doará o espaço para ministração dos cursos e o Senac participará com professores e material necessário para didática. A parceria que tem foco na juventude aldeense terá seus cursos escolhidos conforme demandas do município. A instituição colocou também á disposição da prefeitura o Programa Senac Gratuito (PSG), que oferece vagas gratuitas em cursos regulares.

A primeira reunião para decidir firmar a parceria aconteceu hoje (27/03) na Prefeitura Municipal. O Senac enviará à Secretaria de Projetos material sobre os cursos para avaliação. A próxima reunião vai acontecer no dia 7 de maio, também no gabinete do prefeito.

Saiba mais sobre o Jovem Aprendiz e o Pronatec:

Jovem Aprendiz
É considerado jovem aprendiz aquele contratado diretamente pelo empregador ou por intermédio de entidades sem fins lucrativos; que tenha entre 14 e 24 anos; esteja matriculado e freqüentando a escola, caso não tenha concluído o Ensino Fundamental; e esteja inscrito em curso ou programa de aprendizagem desenvolvido por instituições de aprendizagem.

A duração da jornada do jovem aprendiz deverá ser de, no máximo, seis horas diárias, podendo se estender até oito horas diárias para os aprendizes que já tenham concluído o Ensino Fundamental, se nelas forem computadas as horas destinadas à aprendizagem teórica. Os jovens contemplados permanecem um período no local de trabalho e outro em capacitação. Por essa jornada, ele recebe o salário mínimo/hora. O jovem aprendiz tem direito a todos os benefícios trabalhistas e previdenciários compatíveis com o contrato de aprendizagem.

Quem deve participar – Estabelecimentos de qualquer natureza,com exceção das microempresas e das empresas de pequeno porte, são obrigados a contratar como aprendizes entre 5% e 15% do total de trabalhadores do estabelecimento e matriculá-los nos serviços nacionais de aprendizagem ou nas escolas técnicas ou, ainda, em entidades sem fins lucrativos voltadas à educação profissional.

Pronatec
O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica para a população brasileira. O Pronatec envolve um conjunto de iniciativas e projetos e, dentre eles, a oferta de vagas gratuitas nos cursos profissionalizantes.

A principal novidade do Pronatec é a criação da Bolsa-Formação, que oferta vagas em Cursos Técnicos e de Formação Inicial e Continuada (FIC), também conhecidos como Cursos de Qualificação. Oferecidos gratuitamente a trabalhadores, estudantes e pessoas em vulnerabilidade social, esses cursos presenciais são realizados por várias instituições, dentre elas, o Senac.

Créditos ao Diário Aldeense

Postar um comentário

0 Comentários