Campanha de vacinação é prorrogada no estado do Rio de Janeiro

A campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomelite foi prorrogada até o dia 15 de setembro para tentar alcançar a meta de imunização de 95% do público alvo, 812 mil crianças, em todo o estado do Rio de Janeiro. Até agora, durante a campanha, a taxa de cobertura é de 55,5% contra o sarampo e de 54,6% contra a poliomielite no estado. São Pedro da Aldeia  é a cidade que teve maior adesão a vacinação com um alcance de 90,16% contra sarampo e 85,39% contra a poliomelite.

Seguindo o Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde, a recomendação para a proteção contra a poliomielite é de 3 doses da VIP (Vacina Inativada Poliomielite) até 1 ano de idade. A partir de um ano de idade até menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a VOP (Vacina Oral Poliomielite), a gotinha. Sobre o sarampo, essas crianças também receberão uma dose da vacina Tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba, independentemente da situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias.

Quem ainda não se vacinou, basta se dirigir a uma das Unidades de Saúde do município, com exceção da UBS Centro/Mossoró. Os moradores da localidade serão referenciados para a Sala de Vacinas, no Centro, e a UBS Porto da Aldeia. Informações sobre dia e horário de vacinação durante a Campanha Nacional devem ser obtidas diretamente nas unidades.

Região dos Lagos
Cabo Frio apresentou números muito baixos: 48,07% contra poliomielite e 48,61% contra sarampo. Em Araruama a situação é trágica. Somente a 36,17% contra o sarampo e 30,50% contra a poliomielite foi alcançado. As demais cidades não informaram o alcance da vacinação.

Créditos ao Diário Aldeense

Postar um comentário

0 Comentários