Primeiro caso de feminicídio em São Pedro da Aldeia tem desfecho com acusado condenado

Foi condenado nesta quarta-feira (08/08) Rodrigo Alves Fernandes da Silva, o ex-companheiro de Daiana Borges, a sete anos e oito meses de prisão em regime fechado por crimes de homicídio duplamente qualificado, feminicídio por motivo fútil (matou porque não aceitou o fim do relacionamento) e fraude processual porque tentou limpar os vestígios de sangue no carro. 

O acusado foi a juri popular e durante o interrogatório negou o crime. A sentença do julgamento realizado na semana em que a Lei Maria da Penha completa 12 anos, será cumprida na penitenciária Thiago Telles em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro. O crime foi o primeiro caso de feminicídio registrado em São Pedro da Aldeia.

A proteção da mulher contra a violência conta com um apoio essencial para que providências sejam tomadas, a denúncia. O telefone 180 é um meio totalmente confiável e anônimo para receber queixas e conduzi-las às autoridades.

Créditos ao Diário Aldeense

Postar um comentário

0 Comentários