Lixo de Araruama começa a ser transferido para São Pedro da Aldeia

Após polêmica, o lixão de Araruama começa a ser transferido para o aterro sanitário de São Pedro da Aldeia. O espaço funcionava de forma irregular e, na última quinta-feira (6), foi interditado pela Justiça a pedido do Ministério Público.

Sem a coleta, o lixo ficou acumulado nas ruas, mas a situação já foi resolvida. A prefeitura de Araruama fez um contrato de emergência com um aterro sanitário de São Pedro da Aldeia, para onde serão levadas 100 toneladas diariamente.

Cada tonelada custa R$ 60 aos cofres da prefeitura, um gasto extra de R$ 180 mil por mês, além do custo com o transporte. De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Allan Santiago, a prefeitura recorreu da decisão judicial. Disse ainda que mesmo que o recurso não seja aceito, o serviço de coleta vai ser mantido e o lixo continuará sendo levado para o aterro sanitário até que se encontre uma outra solução para o problema.

Créditos ao G1

Postar um comentário

0 Comentários