São Pedro da Aldeia foi o local escolhido pelo Grupo REMU para construção de sua primeira fábrica no Brasil

São Pedro da Aldeia foi o local escolhido pelo Grupo REMU para sua primeira
fábrica no Brasil. Foto: PMSPA

São Pedro da Aldeia deve receber em breve investimentos do que pode vir a sera primeira empresa multinacional a se instalar no município. Nesta sexta-feira (24/08), o prefeito aldeense, Cláudio Chumbinho, juntamente com o secretário municipal de governo, Eronildes Bezerra, e o presidente-CEO da empresa multinacional italiana REMU, Carlo Marasca, visitaram o Polo Logístico Industrial Tecnológico, no bairro São Mateus, Zona Rural, onde a o empreendimento deve ser erguido.

A REMU é especializada no setor off shore, na área de metalurgia. A empresa produz peças de alta precisão de conexões submarinas e válvulas para uso em campos petrolíferos. Atualmente, a REMU atua, além do mercado italiano, nos mercados europeu e estadunidense. A fábrica de São Pedro da Aldeia será a 1ª no Brasil da multinacional italiana e está previsto ocupar um terreno de 10.000m², sendo 3.000m² para atividades produtivas e o restante para armazenamento.

A parceria entre o Grupo Remu e o município de São Pedro da Aldeia foi estabelecida com a assinatura do acordo preliminar de 25 de junho de 2014. Esse acordo foi apresentado pela primeira vez de 15 a 18 de setembro de 2014, na feira Rio Oil&Gas, onde a Remu Srl participou como expositor, acompanhado pelo prefeito Claudio Chumbinho.

Baseada em transparência e desenvolvimento, a entrada da REMU está amparada pela aprovação da Lei do Polo Logístico Tecnológico, que conta com alguns princípios como incentivo de responsabilidade social e corporativo, avanços tecnológicos, respaldados pela proteção e preservação do meio ambiente, entre outros.

“Avançamos no projeto de montar a empresa aqui, começaremos a construir equipamentos para vários setores, principalmente petroquímico. São Pedro da Aldeia é bem posicionada logisticamente, está próxima de nossos principais clientes. A cidade está em uma região linda e muito sustentável”, disse Carlo Marasca.

Créditos ao Diário Aldeense

Postar um comentário

0 Comentários