Escolas Municipais de São Pedro da Aldeia escolhem livros didáticos para 2019


A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Educação, realizou uma reunião, na última terça-feira (21), com o objetivo de unificar os livros didáticos para o primeiro segmento do Ensino Fundamental, do 1° ao 5° ano, em toda a rede municipal de ensino. O município irá adotar como recurso de apoio pedagógico de 2019 as coleções mais votadas. O encontro aconteceu no Centro de Formação Continuada Professora Ismênia Trindade dos Santos (CEFOR) e contou com a presença da subsecretária de Educação e Gestão Educacional, Lúcia Nogueira, da assessora pedagógica, Elizangela Rigueira, da coordenadora do 1° segmento, Kátia Santana, e do coordenador dos programas federais, Rubens Dias, além dos diretores e representantes das unidades escolares aldeenses.

A subsecretária de Educação e Gestão Educacional, Lúcia Nogueira, parabenizou a todos pela unificação dos livros didáticos. “Quem é gestor precisa partir do princípio de um todo e não pelas partes. Temos uma missão, que é trabalhar em prol da educação do município, o nosso objetivo é esse. Mesmo cada um tendo uma visão diferente, fiquei muito feliz pela unificação”, disse.

Para facilitar a escolha, foi elaborado um calendário com momentos distintos. A primeira etapa envolveu a recepção dos representantes de editoras, seguida da análise dos livros enviados. Os representantes das escolas analisaram todo o material, fazendo as pré-escolhas. Logo após, aconteceu o encontro para a unificação dos livros didáticos. O acesso para inclusão dos livros selecionados será por meio do PDDE Interativo, ferramenta já usada pelos diretores para organização de outros itens escolares.

As escolas receberam das editoras as publicações aprovadas. Os exemplares serão utilizados em cada área de conhecimento (linguagem, matemática, ciências, história e geografia). Os livros de Educação Infantil e Educação Física serão específicos para professores, enquanto o livro de Artes chegará para ambos. Os títulos inscritos pelas editoras são avaliados pelo Ministério da Educação (MEC).

A assessora pedagógica, Elizangela Rigueira, falou sobre o processo de seleção. “A escolha foi feita de uma maneira bem democrática. Os professores puderam analisar os livros também durantes as formações promovidas pela Secretaria de Educação. Após a votação, foi feito um levantamento dos mais votados”, explicou.

O Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD) é destinado a avaliar e a disponibilizar obras didáticas, pedagógicas e literárias, dentre outros materiais de apoio à prática educativa, de forma sistemática, regular e gratuita, às escolas públicas de educação básica das redes federal, estaduais, municipais e distrital.

Créditos à Ascom PMSPA

Postar um comentário

0 Comentários