CEFOR recebe 5º encontro da formação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC)


Cerca de 200 educadores da rede municipal de ensino, entre professores do 1º ao 3º ano e supervisores pedagógicos, participaram do quinto encontro da formação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), promovido pela Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Educação. Realizado no Centro de Formação Continuada Professora Ismênia Trindade dos Santos (CEFOR), o encontro acontece mensalmente. As aulas de Linguagem são comandadas pelos formadores Jucelino Ramanho, Renata Castro, Valma Freire e Jucélia Barreto, enquanto Vânia Gonçalves e Iara Azevedo ministram a turma de Matemática.

A pauta do quinto encontro, tanto de Linguagem quanto de Matemática, teve como objetivo refletir sobre a importância do planejamento na organização pedagógica do professor em sala de aula, além de compreender a importância do planejamento do ensino, criando propostas didáticas eficazes para atender as necessidades dos educandos de acordo com os anos de escolaridade. Nesse encontro também foi realizado a pré-escolha do livro didático, analisando e avaliando a estrutura, proposta metodológica e didática.

Conforme a formadora de linguagem Valma Freire, o foco da formação foi o planejamento e, a partir disso, a pauta foi organizada. “Nosso objetivo é que o professor saia daqui com o foco de planejar suas aulas. Neste encontro também teve uma prévia da escolha dos livros didáticos, pois este é um ano de escolha, para serem difundidos nas escolas em 2019”, afirmou.

A formação oferece trocas de saberes e de experiências, além de sugestões de aulas significativas e dinâmicas. As temáticas são discutidas com base em referenciais teóricos com a finalidade de respaldar a prática pedagógica dos professores.

Segundo a professora da Escola Municipal Rubem Arruda Câmara, no bairro Morro dos Milagres, Emile Cardoso, o curso está sendo muito proveitoso. “Posso usar o que aprendo em sala de aula e isso é proveitoso não só para mim, mas para os meus alunos também”, disse.

Os educadores participaram de dinâmicas e de uma tempestade de ideias, além de realizarem o letramento literário “A ponte”, de Heinz Janisch, a análise do livro didático, avaliação do encontro e referencial teórico “Planejamento e organização da rotina na alfabetização” e um jogo da trilha “Atravessando as pontes para a construção do saber”. A prática de sala de aula foi realizar um planejamento com base na proposta curricular, nos direitos da aprendizagem, no resultado das sondagens e nas dificuldades dos alunos.

A formadora de Matemática, Vânia Gonçalves, falou sobre o objetivo do encontro. “Pelas visitas nas escolas e nos encontros, foi notado que alguns professores ainda não conseguiam organizar o seu trabalho pedagógico de forma eficaz, por isso, decidimos trabalhar o tema planejamento”, declarou.

Créditos à Ascom PMSPA

Postar um comentário

0 Comentários