Alunos da Escola Mz. Paineira vencem a Olimpíada Municipal de Matemática


Os alunos aldeenses do 6º ao 9º ano participaram, no último fim de semana, da 3ª edição da Olimpíada Municipal de Matemática. A escola campeã foi decidida em uma prova de desempate, garantindo a vitória da E. Mz. Paineira, do bairro Balneário, com 150 pontos. A segunda colocação ficou com a E. M. Vidal de Negreiros, no Alecrim, também com 150 pontos, e o terceiro lugar foi para a E. M. Profª Dulcinda Jotta Mendes, no bairro São João, com 145 pontos. As três primeiras equipes vencedoras foram premiadas com medalhas. 

A competição foi realizada na E. M. Profª Mirian Alves de Macedo Guimarães, no bairro Fluminense. O evento contou com a presença do secretário de Educação, professor Walzi Sampaio, das coordenadoras do 2° Segmento, Fernanda Tinoco e Iara Azevedo, da assessora pedagógica da SEMED, Elizangela Rigueira, do coordenador de Programas Federais, Rubens Dias, e da coordenadora do 1° Segmento, Kátia Santana.

O secretário de Educação, professor Walzi Sampaio, falou sobra a importância da disciplina. “Usamos a Matemática o tempo todo, ela é base do nosso equilíbrio e de muitas coisas que fazemos na vida. É muito legal realizarmos uma Olimpíada da Matemática e será melhor ainda que, ao final da competição, ela continue em nossos corações e vá para frente em nossa vida”, afirmou.


A mesa de jurados foi formada pelo secretário da pasta e sua esposa, Luciana Sampaio, pelo professor das Escolas do Campo, Ubirajara Ramos, pela coordenadora do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), Daiana Quintanilha, e pelos formadores do PNAIC Jucelino Ramos, Vânia Gonçalves e Jucélia Rodrigues.


A Olimpíada teve início após a execução dos Hinos Nacional e Municipal, com a competição de melhor grito de guerra. As escolas foram divididas em cores e todas as equipes garantiram 20 pontos na prova. A segunda etapa foi a apresentação das mascotes. Não faltou criatividade dos estudantes para esse desafio com a mascote PI, o Menino Tangram, a Corumática, o Pizzaiolo, a Índia da Matemática, a Cozinheira, a Calculadora e a Águia. Todas as equipes cumpriram a missão e levaram mais 20 pontos.

O terceiro passo foi a prova Torre de Hanói, onde dois alunos de cada equipe tiveram no máximo 10 minutos para concluir a tarefa. A última escola terminou o desafio em apenas 1 minuto e 39 segundos. Na disputa do Tangram, os alunos da E. Mz. Capitão Costa, no bairro Cruz, foram os primeiros a concluírem a missão.

Após intervalo para um lanche, a competição continuou com a Trilha Matemática, que tinha como objetivo acertar as perguntas e avançar espaços, até chegar ao final. Estimando Medidas foi a sexta prova, onde os estudantes deveriam acertar a medida dos líquidos dentro dos recipientes. A última tarefa da Olimpíada foi a prova Responde ou Paga. Quem errasse a resposta teria que pagar uma prenda.

Com o empate para o primeiro lugar entre a E. Mz. Paineira e a E. M. Vidal de Negreiros foi realizada mais uma tarefa para definir a campeã e a unidade do bairro Balneário levou a melhor. A torcida organizada e comportamento também contaram pontos na disputa.

Aluna da unidade escolar vencedora, Maria Eduarda de Souza, do 7° ano, falou sobre sua experiência. "Foi muito bom participar da Olimpíada. Essa é uma oportunidade de competirmos e aumentarmos o conhecimento e a sabedoria em relação à Matemática”, disse.

Na ocasião, as diretoras e representantes de cada unidade receberam uma singela homenagem. Todas ganharam flores como um ato de agradecimento.

A diretora adjunta da Escola Mz. Paineira, Sulamita Bento, declarou ter ficado muito feliz com o resultado. “Hoje em dia muitos jovens estão dando preferência a outros caminhos, mas vemos que estamos indo em direção à outra realidade, que é do estudo, do ensino e da Matemática. Graças a Deus estamos conseguindo ter um efeito positivo na nossa escola”, declarou.

As coordenadoras do Segundo Segmento da SEMED e organizadoras do evento, Fernanda Tinoco e Iara Azevedo, falaram sobre a realização da Olimpíada. “Tudo foi feito com muito carinho, zelo e dedicação. Acredito que a gente alcançou nosso objetivo”, comentou Iara.

“O mais legal é a gente chegar no dia e ver o evento acontecendo. Antes gera a ansiedade, mas conseguimos esquecer tudo isso quando vemos os alunos participando, as escolas animadas e o resultado de que deu tudo certo”, completou Fernanda.

Créditos à Ascom PMSPA

Postar um comentário

0 Comentários