Moradores do bairro São João alegam abandono do bairro

Falta de pavimentação na Travessa Bela Vista é um transtorno. Foto: Elisângela Bastos
Em São Pedro da Aldeia, os moradores do bairro São João se sentem abandonados pela falta de investimentos do governo municipal. Na Travessa Bela Vista, o retrato é de abandono. Falta pavimentação, o que tem sido alvo de críticas para quem mora no local.

Uma das moradores dessa via entrou em contato com o G1 e revelou a insatisfação com a rua. Elizângela Bastos Cardoso, de 27 anos, mora no bairro há 10 anos e afirma que, desde então, a realidade é a mesma.

"Antes de morar aqui, eu já frequentava o bairro desde a minha infância e nunca vi melhorias. Sempre que chove, acumula muita água na rua e muita lama também. Eu já deixo as tábuas preparadas para fazer de ponte para eu andar sem me sujar", disse ela, indignada.

Outro problema relatado pela moradora é a falta de iluminação pública, apesar da taxa pelo serviço ser paga mensalmente. "Esse problema também é antigo. Eu pago R$ 10 todo mês por uma coisa que simplesmente não existe", comentou a dona de casa.

A falta de investimentos no bairro já virou caso de justiça. O morador Sifrônio Alves de Oliveira Filho, de 58 anos, mora no bairro São João há 28 anos e também se mostrou insatisfeito com o descaso. Ele chegou a mover uma ação judicial contra a prefeitura que não resultou em melhorias no bairro.

"Não adiantou nada. Esperei por muito tempo, mas como o poder público não faz nada, eu mesmo fiz a calçada. Já paguei diversas vezes para um rapaz fazer a capina. Pago meus impostos e não vejo o retorno", lamenta o vigia noturno.

Em resposta, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia informou que vai fazer o nivelamento do solo para então pavimentar as ruas do bairro São João, mas não informou quando o trabalho será realizado. Em relação ao problema da iluminação pública, a prefeitura prometeu que o problema será resolvido o mais rápido possível.

Créditos ao G1

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Pavimentar? Se for pavimento igual ao da travessa Leonor Araujo, que o caminhão da SECAF afundou na noite retrasada.
    Estamos dispensando e olha que e asfalto.
    Biodegradavel e claro.

    ResponderExcluir