Esgoto ameaça saúde de moradores no bairro Ponta do Ambrósio

Vala negra no meio da calçada
põe em riso saúde de moradores
Um buraco em uma calçada lança esgoto que escorre por todo o caminho via abaixo ameaçando a saúde de todos os transeuntes obrigados a conviver com essa situação. Esse é o caso da Travessa Manoel Vitorino Carriço no bairro Ponta do Ambrósio na Zona Leste de São Pedro da Aldeia. Crianças e idosos, mais sujeitos a contrair doenças, circulam pela travessa e os moradores não estão nem um pouco satisfeitos com a situação.

O problema se repete a aproximadamente 1 ano e nesse período, especificamente em dezembro de 2012 segundo moradores, a Prefeitura Municipal chegou a realizar reparos mas o problema voltou a ocorrer. O esgoto voltou a escorrer nas portas dos contribuintes gerando risco de contração de doenças graves como hepatite, esquistossomose e cólera.

Esgoto corre na porta de
moradores na Ponta do Ambrósio
Márcia Regina, moradora a mais de 6 anos do bairro, acha inadmissível a situação estar se repetindo a tanto tempo e o descaso do poder público com a Ponta do Ambrósio em contato com nossa Redação.

"Tem muitas crianças e idosos se sujeitando a isso,está uma vergonha. A prefeitura esteve aqui fazendo um serviço de porco, pois o problema continua. Gostaria que vocês nos ajudassem a resolver esse problema" - disse a moradora.

O Diário Aldeense entrou em contato com a Prefeitura de São Pedro da Aldeia sobre o assunto mas até o momento de publicação desta matéria não obtivemos reposta por parte do governo municipal.

Vale lembrar que hoje teve início a reunião para discutir o Plano de Saneamento Básico e de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos na Câmara dos Vereadores entre a sociedade civil e os governos municipal e estadual.

Créditos ao Diário Aldeense

Postar um comentário

1 Comentários

  1. A minha insastisfação esta na estação de tratamento de cabo friio pois todos os dias estão descarregando serca de 15 a 20 caminhões de limpeza de fossa isso dando em media 100 a 120 viagens por dia destes 15 caminhões contabilizando um total de esgoto de 900 mil litro de esgoto sendo que só a metade deste esgoto vem de outros municipios, e isso tudo vem para a lagoa de são pedro de aldeia contaminando os moradores do bairro balneario e turistas que nos visitão, fora quando está chuvendo que uma das ruas do balneario caem muito esgoto de balneario das conchas. Para o lado da lagoa trazendo grnde risco de doenças, sou morador do bairro e deixo minha total insastisfação .

    ResponderExcluir